História

Img_002Há mais de 50 anos, brotava uma pequena rosa no jardim do Reino do Senhor. Quando ainda era apenas um lugarejo que pertencia ao município de Itapecerica da Serra, nascia em Taboão da Serra uma capela dedicada a Santa Terezinha do Menino Jesus, localizada na chácara dos Frades Carmelitas.

A capela era para uso dos padres e seminaristas em tempos de férias, mas aberta ao público aos domingos e dias santos, para missas, batizados e casamentos. Aos poucos a comunidade foi se formando tendo o padre João Büscher como o primeiro religioso a dar atendimento regular.

Esta pequena rosa cresceu, e no dia 12 de outubro de 1955, o Cardeal Dom Carlos Carmelo Motta, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, elevou a Capela Santa Terezinha à categoria de Paróquia. E como primeiro pároco, foi designado o Pe. Ivo Carlos Spaniol, que trabalhou com elevado espírito missionário a formação espiritual e pastoral dos cristãos da mais nova paróquia da região.

Nossa querida padroeira, lá no mais alto do céu, foi, e sempre será, a mais forte intercessora dos pastores que estão  frente da paróquia. Após um período na administração do Pe. Ivo, Pe. Thomas Raffainer, hoje Monsenhor Thomas assumiu a Paróquia como Vigário Paroquial, em 2 de junho de 1966, depois como pároco, prestando grande serviço espiritual, pastoral e missionário, além de participar da construção da igreja matriz da cidade, iniciada em 1970 e inaugurada em 2 de outubro de 1974.

Em 1987 chega à paróquia o seminarista Aguinaldo de Carvalho e inicia um novo trabalho de evangelização, semeando o campo que já havia sido preparado pelo padre Thomaz.

A partir de 15 de dezembro de 1988, já ordenado sacerdote, padre Aguinaldo é designado por Dom Fernando José Penteado, como Vigário Paroquial. E no dia 4 de fevereiro de 1990, Dom Emílio Pignoli, 1º Bispo da Diocese de Campo Limpo, designou-o como pároco. Ele testemunhava que, participar desta história, é um grande presente de Deus, especialmente porque nasceu nesta cidade.

Hoje, somos uma Paróquia Santuário formada por 6 comunidades: Santa Terezinha (matriz); Nossa Senhora Aparecida (Jd. Taboão) ; São José (Jd. Pazzini); São João Batista (Jd. Ouro Preto); Nossa Sra. Aparecida (Solar de Amigos); e Nossa Sra. de Guadalupe (Jd. Maria Rosa). Todas em profunda comunhão espiritual, pastoral e missionária.

Todavia, nos primórdios de sua história, graças ao trabalho missionário incansável de seus párocos, a Paróquia foi construíndo capelas e comunidades por todo o município de Taboão da Serra. Dela foram criadas as demais Paróquias de nossa cidade.

A devoção a Santa Terezinha do Menino Jesus está profundamente enraizada no povo de Taboão da Serra. Este amor se dá à grandeza de sua alma, dos exemplos de humildade, caridade e amor ao próximo que marcaram os seus 24 anos de vida. Ela sempre esteve presente em toda a nossa história, especialmente, em 22 de setembro de 1998, quando a Paróquia recebeu a visita de suas Relíquias, por ocasião da celebração do Centenário de sua morte. Essa tão ilustre visita nos fez sentir privilegiados, sentir o coração ardente de amor, como manifestação do poder e da glória de Deus.

Sentimo-nos mais privilegiados ainda, quando em 29 de outubro de 2000, a Paróquia recebeu das mãos de Dom Emílio Pignoli, Bispo Diocesano de Campo Limpo, uma relíquia (pequena parcela de ossos) de Santa Terezinha, ofertada pela Basílica de Santa Terezinha de Lisieux – França, para ficar eternamente conosco. Vale a pena lembrar que esta relíquia é um pequeno sinal do que foi seu corpo.

Diante da relíquia, podemos evocar mais facilmente sua condição humana, pois foi com seu corpo que Santa Terezinha agiu, pensou, rezou, trabalhou e sofreu. Esta pequena relíquia é um sinal sutil, mas é que Deus quer se servir para manifestar sua presença e seu amor.

Ela está colocada, carinhosamente, num relicário a espera da visita de seus devotos, próximo à capela de São José, onde fica também o nosso velário (sala dos milagres).

O Santuário Santa Terezinha tem sido uma benção para nossas vidas. Em 1º de outubro de 2002, graças ao zelo missionário e pastoral, as constantes manifestações de fervor e devoção a Santa Terezinha, destacamos vários serviços prestados pela Paróquia para o crescimento espiritual e promoção humana, através de nossa Caritas Santa Terezinha.

Foi na sensibilidade que Monsenhor Aguinaldo observou que o crescimento do Santuário seria inevitável, pois Deus, sempre tocou em seu coração, não permitindo que a acomodação e o medo tomasse conta dos projetos que Deus estava entregando, assim como servo não iria decepcionar e que as obras para honra e glória de Jesus iriam ser concluídas crescendo assim a evangelização e o amor ao próximo.